Quem é Marcelino ULTRA?

Quem é Marcelino ULTRA?
- Cristiano Marcelino (36 anos) é Bombeiro Militar, Ultramaratonista, Professor de Educação Física graduado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e Mestre em Ciências pela UFRJ. Casado com Nilce Marcelino (37 anos) e pai de Filipe Marcelino (9 anos).

domingo, 24 de julho de 2011

DOUBLE Maratona do Rio (84Km)

Caros amigos,
no último dia 17 de julho, realizou-se no Rio de Janeiro a Maratona do Rio.
E para abrilhantar mais este evento decidi transformar minha 4ª participação nesta prova em uma Ultramaratona.
Para tanto criei a DOUBLE Maratona do Rio (84Km).
Logotipo criado especialmente para esta Ultramaratona

Cabe salientar que esta Ultramaratona é INÉDITA, ou seja, ninguém nunca fez isto que me propus a fazer. A prova consiste em fazer a largada de madrugada no pórtico de Chegada oficial da maratona, localizado no Aterro do Flamengo, e percorrer o caminho oficial da Maratona no sentido inverso, até o pórtico de Largada oficial, localizado no Recreio dos Bandeirantes. O percurso deve ser feito em sua totalidade percorrendo os 42,195Km oficiais.
Percurso oficial da Maratona (percorrido 2 vezes)

Para tanto entrei em contato com a Organização da Maratona (Spiridon Eventos) inicialmente através do Julio Luna, que me encaminhou aos responsáveis da Empresa: João Traven e Carlos Sampaio. Eles me deram total apoio para a realização da Ultramaratona, após eu expor toda a estrutura e organização que iria fazer. Então me encaminharam para sua Assessoria de Imprensa (Media Guide), que conseguiu algumas exposições sobre o Desafio.
Abaixo segue a matéria do Jornal O GLOBO, do dia anterior aos 84Km:
Matéria do Jornal O GLOBO, de 16/07/2011

Segue abaixo o texto na íntegra:
- O GLOBO, caderno Niterói, página 6, sábado 16 de julho de 2011.
Atleta se prepara para um grande desafio: dobrar a Maratona do RioCristiano Marcelino planeja correr 84 quilômetros na prova de amanhã
Por Amanda Moura (amanda.moura@oglobo.com.br)
   O hábito de correr entrou na vida de Cristiano Marcelino em 1997, como uma forma de busca de qualidade de vida. Mas o que o bombeiro militar e professor de Educação Física imaginava que seria apenas um hobby acabou se tornando uma grande paixão. Das competições mais simples para as ultramaratonas foi um pulo. Sua meta, agora, é se tornar o único  atleta a dobrar a distância da Maratona Caixa da Cidade do Rio de Janeiro, que acontece amanhã. Ou seja, ele se prepara para correr nada menos que 84 quilômetros.
   O atleta de 31 anos, morador de São Gonçalo, tem em Niterói o local perfeito para seus treinamentos.
   - Infelizmente, não encontro em São Gonçalo bons locais para as minhas corridas. Em Niterói, gosto muito de treinar na pista de atletismo da Universidade Federal Fluminense (UFF) e na orla - diz o ultramaratonista.
   Marcelino explica como vai encarar o desafio de dobrar a Maratona do Rio:
   - Vou partir do Aterro do Flamengo às duas da manhã, em direção ao Recreio. Pretendo correr 42 quilômetros, distância regular das maratonas, em quatro horas e meia. Quando chegar, terei meia hora de descanso e farei a prova oficial com os outros competidores. Quero estar de volta ao Aterro em três horas e meia. Minha principal meta é concluir o percurso. Porém estabeleci como satisfatório o tempo de oito horas para finalizá-lo.
Cuidado permanente para evitar imprevistos
       As grandes distâncias são uma motivação para o atleta, que já participou de provas de 24 horas de duração.
   - O preparo para esses desafios é permanente. Faço um Check-up completo de seis em seis meses. Hidratação constante e alimentação balanceada também são cruciais para que não ocorra algum problema durante as provas - diz.
   O ultramaratonista revela que, além de participar de provas, tem como hábito incentivar niteroienses a aproveitar os benefícios da prática de correr.
  Participo do Circuito das Academias de Niterói, que busca resgatar o hábito de correr da cidade. Muitos niteroienses vão até o Rio para participar de provas. Queremos mudar esse quadro. Para isso, realizamos, desde o ano passado, provas bimestrais aqui, em Niterói. Tentamos contemplar diferentes modalidades de corrida em cada evento. O próximo acontecerá no dia 28 de agosto na orla - informa.
  Aos que acreditam que à idade pode se um empecilho para uma boa corrida, Marcelino garante que é justamente o contrário:
  - A faixa etária na qual o atleta apresenta melhores resultados em provas de longas distâncias é de 30 aos 40 anos. Quanto mais idade, mais experiência, o que é essencial para um bom desempenho nas pistas.
 Ver o crescimento do número de adeptos das ultramaratonas é importante para Marcelino:
 - Até dois anos atrás pouco se ouvia falar nessa modalidade. Agora, vejo a cada dia mais pessoas se preparando para ultramaratonas.
CRISTIANO MARCELINO corre na Praia da Boa Viagem: treinamento constante, boa hidratação e alimentação balanceada são essenciais para a superação de longas distâncias.
Também consegui uma matéria do site GLOBO ESPORTE.com.
Foto da Matéria do site GLOBO ESPORTE.com
Segue abaixo o texto na íntegra:

- GLOBO ESPORTE.com, sábado 16 de julho de 2011.
Maratona do Rio abriga os diferentes sonhos dos milhares de participantes
Com 20 mil inscritos, uma das mais tradicionais corridas do país acontece neste domingo com diferentes objetivos para cada distância da prova
Por Lucas Loos(Rio de Janeiro)
Se você já acha muito 42km, o ultramaratonista Cristiano Marcelino pretende correr o dobro. Já Christiane Azevedo tem o sonho de completar sua primeira meia maratona. E ainda tem os 6km da Family Run, prova que Rafael Costa quer completar em 16 minutos. Esses são apenas três exemplos dos mais variados perfis e objetivos que constituem o universo de 20 mil corredores inscritos para a Maratona do Rio, neste domingo. O Esporte Espetacular vai exibir um compacto com os melhores momentos da prova. 
O Rio de Janeiro em 42km (ou 84)
Com largada às 7h na Praça Tim Maia, no Recreio, a maratona tem o percurso com menos adeptos: 5 mil corredores que vão costear a orla carioca até o Aterro do Flamengo. Não satisfeito com o que é oferecido pela organização, o bombeiro militar Cristiano Marcelino vai fazer a maratona dobrada. Ou seja, ele vai começar a correr no local da linha de chegada às 2h30m de domingo, percorre 42km até o Recreio, encontra o restante dos competidores e refaz o trajeto.
- Vai ser a primeira vez que alguém faz isso na Maratona do Rio. Eu calculei para, quando chegar no Recreio, dar tempo de trocar de roupa, fazer um alongamento, comer algo e estar pronto para fazer um tempo um pouco mais rápido na volta - diz Cristiano, que já fez ultramaratonas de 160km e planeja terminar a primeira parte até as 7h.
Facilita o fato de ele ser ultramaratonista, uma espécie de corredor que não tem limite. Mas o desgaste físico é apenas um detalhe nesse objetivo, e o planejamento também precisa ser de primeira.
- O trânsito na madrugada ainda não vai estar fechado, o que pode atrapalhar um pouco. Vou ter que correr com roupa refletiva e lanterna, para não correr o risco de ser atropelado. A ideia inicial era que alguém me acompanhasse de bicicleta, mas dessa forma acaba sendo mais perigoso.

Com esta divulgação e pelo anúncio feito aqui no BLOG consegui mais 2 adeptos para esta Ultramaratona: Nilton Amaral (Rio de Janeiro / RJ) e Roberto Encarnação (Salvador / BA).

Fiz números personalizados para serem usados na frente e costas durante a DOUBLE, este foi utilizando a numeração oficial da prova:

Numeração oficial da DOUBLE Maratona do Rio

Combinamos e nos encontramos às 2h da manhã do dia 17/07 no pódium para darmos início a nossa Ultramaratona.
Nós três preparados para iniciarmos a Ultramaratona

Víamos os olhares curiosos de pessoas empenhadas na Organização da prova que arrumavam as instalações de madrugada para o evento, então depois de muito olhares e comentários fomos abordados por duas pessoas que ficaram abismadas do que iríamos começar a fazer.
Para esta Ultramaratona utilizei dos seguintes aparatos:
* Minha esposa, Nilce Marcelino, deu apoio na largada no Aterro do Flamengo, ficando lá à nossa disposição com nosso carro e com contato via celular para em caso de algum empecilho nos atender, também acompanhando ela ficou meu filho, Filipe Marcelino.

Meu filho comigo na linha de largada da DOUBLE

* Utilizei uma mochila de hidratação que além de água (2 litros) levava demais itens de hidratação e alimentação, além de roupa reserva para a volta.
* Utilizei colete reflexivo (em forma de X) e Head Lamp, para sinalização e melhor visualização no percurso, pois o percurso era quase totalmente feito na contra mão do fluxo dos automóveis e ainda não estava interditado. Foram essenciais estes itens de segurança.
* Como ainda estava um pouco frio de madrugada utilizei calça e camiseta manga longa ASICS para esta primeira Maratona.

E assim nos alinhamos embaixo do pórtico de chegada oficial da Maratona (nossa Largada) e tivemos o prazer de encontrar o Carlos Sampaio, Diretor da Maratona, que gostou muito de nos ver dando início a Ultramaratona.

Alinhados para a Largada da DOUBLE Maratona

E com o soar da sirene (isto mesmo, tivemos uma sirene de largada acionada por minha esposa) às 2h45min demos início ao nosso trajeto de 84Km.
Fizemos uma filmagem desta largada, que irei disponibilizar em breve.

Importante salientar que com este horário de largada traçamos a meta de chegar ao outro pórtico, 42 Km à frente às 7h15min, assim teríamos 4h30min para cumprir este percurso. E fomos correndo num clima muito gostoso de confraternização, fazendo muitas fotos e conversando sem cessar.

Passando dentro do 1º túnel do percurso

E a cada ponto que passamos com nossas roupas estridentes chamávamos atenção do público que estava de madrugada pela rua, muitos nos apoiavam e ouviamos de tudo, que foi muito legal e ainda fazíamos umas paradas para registrar nossa prova:

Uma foto com Carlos Drummond em Copacabana

E nada não tirava de nós o clima de alegria que estávamos por fazer este desafio inédito de 84Km na Maratona do Rio:

Uma Ultramaratona de muita alegria

De vez em quando passávamos pelos pontos de hidratação da prova, que ainda estavam desativados, mas explicávamos ao pessoal que tomava conta e ao ver nosso número sempre liberavam água e Powerade.

Eu e Amaral na ciclovia em Ipanema

E assim fomos. Ao passarmos pelo pórtico da Meia Maratona (25% de prova) sob olhares assustados deslacramos e usamos os banheiros químicos da prova.

E passamos por mais alguns momentos distintos, ao passar pela Av. Niemayer nos deparamos com alguns lasers apontados para nós, mas depois vimos que não passava de brincadeira dos moradores da comunidade que lá se encontra e passávamos na entrada.

Podemos ver a lua cheia no céu indo embora, assim como ver o sol nascendo para todos da Maratona:

O sol nascendo para os corredores do Rio

 Ao chegar à Barra, na praia da Reserva, achamos interessante ao vermos adiante um corredor que ia a nossa frente, um pouco mais lento, mas também correndo no mesmo sentido que nós. Ao chegar nele nos surpreendermos de ver o mesmo com uma câmera na mão fazendo uma filmagem de si próprio. Ao passarmos por ele a primeira coisa que ouvi foi "você é o Marcelino?", então soubemos que ele, inspirado em meu desafio, estava fazendo uma DOUBLE da Meia Maratona, e iria completar 42Km. Muito legal este reconhecimento e ver que consegui mais adeptos. Como estávamos num ritmo um pouco mais forte falamos com ele que tínhamos que nos adiantar pois tínhamos um cronograma a cumprir, e assim fomos para completar os primeiros 42Km.

Ainda podemos vivenciar todo o astral da prova a nos aproximar da Largada, e passamos por ela, pois ainda tínhamos uma pequena volta de pouco mais de 3Km a cumprir do percurso oficial até voltar de novo ao pórtico, e fomos ultrapassados pela Elite feminina que largava antes e era composta de um grande número de atletas militares que faziam parte do V Jogos Mundiais Militares, em que utilizavam a Maratona do Rio para sua disputa.

Assim completamos os 42Km da primeira Maratona em 4h28min33seg, dentro de nossa previsão e ainda tínhamos 17 min antes de nossa próxima largada para o retorno de mais 42Km.
Como precisavamos de uma preparação bem adequada para o retorno nos dirigimos para a padaria próxima a largada e pedimos sanduiche de queijo e fizemos nossa troca de figurino.
Retirei o colete reflexivo e Head Lamp, a calça e camiseta manga longa ASICS. Coloquei a bermuda de running e camiseta meia manga ASICS, além de aplicação de vaselina e protetor solar. Para esta Ultramaratona utilizei o tênis ASICS GEL CUMULUS 12, que foi excepcional e ainda deu um plus no visual já que é amarelo e bem chamativo. Como ainda estávamos em clima de festa e tinha de guardar o material sobressalente no guarda-volumes da prova não nos preocupamos em sair no tiro de largada no tumulto, acabou que fomos nos alimentando e indo para a largada, a qual partimos com 8min de prova, ou seja 25min depois de nossa primeira chegada.
Eu e Amaral passando pelo pórtico de Largada oficial
Ainda tive o prazer de encontrar muitos amigos na área de largada da Maratona, sendo vários da Equipe CE+3 que pude falar pessoalmente ou pelo menos dar um grito de apoio!

E rumo aos próximos 42Km
Desde o início da volta nosso amigo Amaral começou a sentir muito o peso da prova, até porque não tivera uma semana boa e estava um pouco debilitado.
Então eu e Roberto decidimos adiantar um pouco nosso corrida para fazer um teste, pois eu sentia que ficava bem mais dolorido quando corria num ritmo mais lento. Em pouco tempo podemos abrir cerca de 2min do Amaral, então demos uma parada no próximo posto de água para aguardar ele. Então entramos de acordo para adiantarmos de quanto estivermos bem (que poderia não ser pelo percurso todo) e se caso chegássemos na frente depois o aguardaríamos para fazer uma chegada em conjunto.

Eu e Roberto adiantando um pouco o ritmo na Ultra

E agora víamos o percurso retrocedendo todo e tínhamos que o percorrer para completar nossos 84Km.
E passamos novamente pelo pórtico da Meia Maratona, completando desta vez 75% do percurso:

A volta pelo pórtico da Meia Maratona
E ao passar novamente pelo túnel do Elevado do Joá podemos conferir o que vimos ser montado na ida no mesmo local pelo pessoal da Light: um verdadeiro show de luzes e som, que deixou o clima excelente para irmos em frente:

Show de luzes e som no túnel do Elevado do Joá
Com isto tive que fazer uma filmagem para mostrar este show melhor:

Vídeo do show da Light no retorno da Ultra
E ao sair do túnel tínhamos a cidade maravilhosa nos esperando para mais uns 18Km de prova já com sol bem forte.

A saída do túnel para completar o percurso
E se falam que uma Maratona de seu ponto crucial na marca de 30Km, posso afirmar que esta DOUBLE teve seu ponto crucial na marca de 70Km.
Ao iniciar a subida de volta da Av. Niemayer comecei a sentir uma queda de pressão, que veio com uma diminuição do ritmo de prova, ao chegar no posto de água me coloquei de baixo da água de gelo que saia do porta copos de água da prova, deitei um pouco com os pés para cima, tomei uma coca-cola e comi 2 barras de proteína. Isto que me fez ter uma melhora rápida para poder enfrentar os Km finais da Ultramaratona.

Assim chegamos a Copacabana, com a torcida em alta para nos alegrar mais e impulsionar para completar estes 84Km.

Uma coisa de legal de se deixar registrado é que tinha muitos atletas da Maratona que sabiam que estávamos fazendo a DOUBLE e nos davam apoio ao nos ver. Tinha até um corredor figuraça barbudo, que estava correndo num ritmo um pouco mais lento que nós, mas como sempre dávamos paradas nos postos de hidratação para nos abastecer melhor ficávamos sempre passando por ele, e em todas as vezes ele gritava para todos ouvirem, que estávamos fazendo já a segunda Maratona naquele dia e solicitava aplausos da torcida, que sempre funcionava. Que legal!

Assim passamos pelo Shopping Rio Sul e entramos no Aterro do Flamengo, última das várias praias que passamos dobradamente nesta prova.
Ao entrar no Aterro encontramos mais uma grande galera animando o percurso e alguns tinham fantasias, que fiz questão de registrar mais esta:

Na reta final com festividade

Avisei minha esposa pelo celular que estávamos chegando. Depois me retornou a ligação informando que o repórter Lucas Loos, do Globo Esporte.com estava nos esperando para fazer uma reportagem no final e que não poderíamos demorar, então seguimos nosso ritmo rumo a gloriosa chegada.

Minha esposa já nos aguardava com uma faixa que fizemos comemorativa a prova, então agora era correr para a linha de chegada:

Eu e Roberto fazendo nossa chegada com a faixa

E como o público ia vendo a faixa íamos sob muito aplausos cruzar a linha de chegada após completarmos mais estes 42Km.

Sob aplausos na chegada
Conseguimos completar o retorno da Maratona com o tempo de 4h48min28seg, juntando-se as 4h28min33seg da ida, tivemos o tempo total de 9h17min01seg para completar o percurso da DOUBLE de 84,390Km. 

E a chegada gloriosa!

E o repórter Lucas Loos nos aguardava para fazer a reportagem. Muito obrigado Lucas pela atenção e qualidade no trabalho:

Reportagem para o Globo Esporte.com na chegada

E logo peguei meu telefone para ligar para o Amaral para ver sua situação, porém ele não atendia o telefone, o que nos deixou um pouco preucupados com ele, mas conforme combinamos voltamos para o Km 41,5 para o aguardar com a faixa. Tínhamos previsto que ele iria chegar entre 30 a 50 min depois que nós.

Telefonando para o Amaral para ver onde estava

De quando ele não chegava encontramos nosso amigo Jorge Cerqueira que tinha completado a Maratona e também nos aguardava para dar o apoio, visto que também foi um grande divulgador da DOUBLE.

Eu, Roberto e Jorge, aguardando o Amaral

E após 43 minutos que chegamos surge da grande curva final do Aterro nosso grande Amaral:

Amaral surgindo para a grande chegada

E como combinamos, estendemos novamente a faixa e fizemos a GRANDE chegada, agora nos 3 juntos:

E na reta final da grande chegada

Com a faixa no alto da cabeça e sob aplausos cruzamos novamente a linha de chegada, agora com o time completo!

E pela primeira vez aconteceu a DOUBLE Maratona do Rio

E estávamos lá nós exaustos por mais de 9h de corrida, mas imensamente felizes por completar este desafio inédito:
Desafio completo: 84,390Km!

E ao fim de nossa DOUBLE encontramos com o Diretor da maratona, João Traven, que prontamente me falou, vocês merecem ganhar duas medalhas pelas duas Maratonas. Então peguei com a autorização dele mais 3 medalhas para nos premiarmos.

Meu filho premiando o Roberto com a segunda medalha

E assim terminamos nossa inédita jornada dupla, com tudo em dobro. E para quem quiser pode vir ano que vem fazer a DOUBLE a bater o recorde estabelecido!
Emoção dupla na DOUBLE!

E como resultado de nossa Ultramaratona segue a Matéria publicada no Globo Esporte.com:

Foto da Matéria do site GLOBO ESPORTE.com
Segue abaixo o texto na íntegra:

- GLOBO ESPORTE.com, domingo 17 de julho de 2011.
Acha muito correr 42km? Trio faz percurso dobrado da Maratona do Rio
Atletas `largam` às 2h45m deste domingo e completam os 84km após 9h17m
Por Lucas Loos(Rio de Janeiro)
Desde a saída do Aterro do Flamengo até o retorno ao mesmo local, foram 9h17m cronometrados no relógio. De chão, foram percorridos 84 quilômetros através da orla carioca. Fazer o caminho de ida e volta da Maratona do Rio neste domingo: este foi o desafio proposto por três corredores: o niteroiense Cristiano Marcelino, o soteropolitano Roberto Encarnação e o carioca Nilton Amaral, que ficou para trás no km 13 da prova e cruzou a linha de chegada aproximadamente 40 minutos após os companheiros.
Com uma faixa estendida, Cristiano e Roberto terminaram a prova pouco depois das 12h. A jornada, porém, começou bem mais cedo, e às 2h45 o trio iniciou a jornada rumo ao Recreio dos Bandeirantes, local de largada da maratona. Com coletes refletores - medida usada por segurança, já que no “primeiro tempo” eles correram entre os automóveis -, os ultramaratonistas completaram os 42km iniciais em 4h20m.
- Para nossa surpresa, a primeira parte foi muito segura. Foi legal que recebemos muito apoio ainda de madrugada, já que muitos sabiam que nós iríamos fazer essa maratona dobrada. No caminho, ainda encontramos uma pessoa que, inspirada no nosso desafio, dobrou a meia maratona, completando 42km no total - disse Cristiano logo na linha de chegada.
Antes da prova, o niteroiense planejava correr sozinho e divulgava seus desafios através de um blog na internet. O sucesso foi tanto no mundo da corrida que a informação chegou aos ouvidos do baiano Roberto, que resolveu entrar em contato com o colega e disse que estava disposto a fazer também os 84 quilômetros.
- Eu sempre tive vontade de fazer isso, mas já tinha abandonado a ideia. Só que, quando descobri o que o Cristiano estava planejando, isso me incentivou. Acabou sendo muito tranquilo e, inclusive, estou inteiro - disse Roberto, exibindo orgulhosamente as pernas que aguentaram o desafio.
Chamado pelos participantes de Maratona Double, o desafio de 84 quilômetros foi feito, nesta edição, pela primeira vez, garante Cristiano, que acrescenta: “é mais comum fora do país”.
Deixo agora formalizado o agradecimento aos meu apoiadores que possibilitaram materialmente minha participação nesta Ultramaratona que eu criei:

ASICS

EQUIPE CE+3

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO

BARCELLOS SPORTS

CORPO DE BOMBEIROS MILITAR DO RIO DE JANEIRO

E a todos vocês leitores do BLOG que me incentivaram através de seus comentários.
Não esqueçam novamente de colaborar e façam seus comentários abaixo.
Até a próxima...

21 comentários:

Roberto Encarnação (Bikeselva) disse...

O relato está muito bom. Foi muito bom participar deste Desafio junto com vocês.
Abraços

António Almeida disse...

Parabéns pela superação, pessoas como você são uma inspiração, PARABÉNS mesmo!!!
Abraço de Portugal.

elis disse...

parabéns, marcelino, amaral e roberto!!!

marcelino, parabéns pelo projeto!
que ideia fantástica!!!

seria muito bom se alguns organizadores das maratonas adotassem essa ideia nos próximos eventos!

vocês arrasaram! e divulgaram muito bem nosso esporte!

e que venham mais ultramaratonas!

abraços!

Daniela Barcelos disse...

Parabéns Marcelino, você é um grande exemplo de superação a todos nós! Não consigo nem imaginar o esforço que é fazer uma maratona duas vezes. Em minha vida completei 4 maratonas e sei o quanto é díficil. E você mostrou a todos nós o quanto é forte por realizar esse desafio duplamente.Além disso traz consigo o incentivo para as pessoas praticarem uma atividade física e o quanto isso é fundamental para a saúde.
Você é meu ídolo!
Um grande abraço!

Fábio disse...

Marcelino., parabéns pela prova e pela exposição na mídia. Vc merece!!!!

abs

Fábio

Estivison disse...

vcs são foda !!! um dia faremos juntos essa double. um bração e até breve

Evandro Cardoso (Alemão) disse...

Parabéns Marcelino pelo brilhante relato das maratonas. De fato é um grande desafio. Aqui em Recife não foi possível dessa vez concretizarmos sua ideía pois o pessoal achou que estava muito próximo a data da maratona. vai ficar para a próxima. Vou me planejar para no próximo ano se Deus permitir estar encarando esse desafio junto com vocês. Um abraço e até a próxima.Estarei acompanhando seu blog.
Evandro alemão
www.maratonistaalemao.blogspot.com

Marcelino ULTRA disse...

Caros amigos,
muito obrigado pela participação aqui no BLOG.

- Roberto,
concerteza se eu tivesse ido sozinho não teria sido tão bom quanto foi!
Parabéns para nós!

- Antônio,
obrigado pelo elogio.
Que bom ter a participação internacional.

- Elis,
acho que realmente o projeto foi um sucesso!
Quem quiser posso ajudar a implantar nas provas...
A ideia é divulgar mesmo a corrida.
E vamos lá para as próximas!

- Dani,
que prazer receber estas palavras.
Fique certa que é difícil sim fazer esta prova, mas tudo é adaptável e superável.
Você como Maratonista sabe bem do que falo.
Minha ideia é mesmo incentivar e divulgar.
Novamente muito obrigado pela admiração!

- Fábio,
não é fácil conseguir estar na mídia e sair bem dela!
Acho que fui bem.

- Estivison,
fico então no aguardo de sua comunicação de participação,
os convites serão feitos.

- Evandro,
não pense que é fácil conseguir fazer isto, pois também não foi mole por aqui.
Pode contar comigo no que for preciso.
Vamos planejar para ano que vem, me fale com antecedência que para agirmos.

Beijos e abraços,
Marcelino ULTRA.

Everaldo Motta disse...

Olá Marcelino, bom dia!
Show!!!! Parabéns pela dura prova!!!
Voce, Amaral e Roberto, não são qualquer um, merecem todas as honras.
Um forte abraço.
Everaldo

Carlos Magno disse...

Meus parabéns ao trio fantástico que realizou esse feito surpreendente!!!
E, Cristiano, criar essa Double Maratona foi uma iniciativa realmente muito boa. Com certeza vai incentivar muita gente a aumentar suas distâncias nas corridas e a se desafiarem a completar Ultramaratonas! Sem dúvida, no próximo ano, você terá mais companhia!
Divulgar o que você faz e mostrar que é possível é muito importante. Eu, por exemplo, tive certo receio em aumentar minha distância para a meia maratona, mas com incentivos de amigos, que me apoiaram e me mostraram que é possível, resolvi fazer esse feito. Me inscrevi no treino de 21km de Camboinhas, coincidentemente com você, e a completei; depois me inscrevi na Meia da Ponte, que era meu objetivo principal, e a fiz sem muitos problemas; recentemente fiz a Meia da Asics e reduzi consideravelmente o tempo em relação às outras duas corridas sem dificuldades. Isto porque eu sabia que era possível!

Parabéns de novo pelo que você faz! Lhe desejo muita força e perseverança, mesmo sabendo que você já tem de sobra, rs! Grande abraço!
Carlos Magno.

Marcio Bianchi disse...

Parabéns Cristiano!!!

Você inspira as pessoas!!!

Um abraço e sucesso!!!

Marcio

Leonardo Montanhista disse...

Parabéns pela prova, alguma previsão de transformar a meia internacional do RJ na, talvez, double meia-maratona internacional do RJ...

Abs a todos

Jorge disse...

---------\\\\|/---------
--------(@@)-------
--ooO--(_)--Ooo--
Ultra Marcelino espetacular o seu relato e a mais uma Ultra concluída, meu caro fiquei espantado com vc, pois em tão pouco tempo de Ultra vc tem despontado nelas meus parabéns pelo que vc me falou e pelo que eu li aqui tudo que vc planejou deu certo é isso aeee meu amigo, desejo boa preparação para seu próximo desafio K42 Bombinhas...

Um abraço e bons treinos,

Jorge Cerqueira
www.jmaratona.com

Jorge disse...

---------\\\\|/---------
--------(@@)-------
--ooO--(_)--Ooo--
Ahhh esqueci de dizer na msg anterior Parabéns também ao Roberto que veio de tão longe para cumprir este desafio e mandou super bem e Parabéns também ao Amaral que mesmo não estando bem de saúde completou também...

Um abraço,

Jorge Cerqueira
www.jmaratona.com

Marcelino ULTRA disse...

Meua amigos,
obrigado pela visita e comentário aqui no BLOG.

- Everaldo,
prova dura como toda Ultra, mas recompensadora!

- Carlos Magno,
é isto mesmo que quero incentivar a superação de todos em suas metas.
Que venham os próximos Ultramaratonistas!
Já vi que com você deu certo, parabéns por enfrentar e parabéns por superar!

- Marcio,
é para inspirar mesmo, acho que todos nós devemos nos espelhar em algo ou alguém.

- Leonardo,
para esta prova agora não tenho esta pretensão, pois o calendário está lotado, mas se alguém quiser meu apoio será total!

- Jorge,
estou aprendendo um pouco com os amigos como se faz!
Foi um sucesso.
Espetacular também foram o Roberto e Amaral, estão de parabéns!

Abraços,
Marcelino ULTRA.

Lucas Andrade disse...

Grande Marcelino,

Parabéns pela double, o seu relato está sensacional!! Quando no dia em que comentei com Roberto sobre o que você faria a double vi um brilho nos olhos dele... rsrs

Que bom que deu tudo certinho e com direito a mídia e tudo mais!!

Parabéns por essa empreitada!!!


Ano que vem com certeza será um sucesso maior ainda!!!


Abração!

Marcelino ULTRA disse...

Grande Lucas,
muito obrigado pela visista e comentário.
Que bom saber que foi o incentivador, merece uma comissão, vou te dar uns Kms!
Continue incentivando os sonhos dos outros, pois concerteza um dia alguém alimentou os nossos.

Abraços,
Marcelino ULTRA.

Ivo Cantor corre e conta disse...

Sensacional! excelente relato, grande realização. Parabéns!

Marcelino ULTRA disse...

Caro Ivo,
muito obrigado pela participação.

Continue ligado!

Abraços,
Marcelino ULTRA.

tutta disse...

Puxa, achei sensacional o relato e o desafio nem se fala. hehe
Parabéns a vocês três pela Double Maratona.

Abraço e continuação de bons treinois aí.


tutta
www.correndocorridas.blogspot.com

Marcelino ULTRA disse...

Obrigado novamente Tutta!

Sensacional mesmo foi este desafio e também o envolvimento de todos.

Abraços,
Marcelino ULTRA.