Quem é Marcelino ULTRA?

Quem é Marcelino ULTRA?
- Cristiano Marcelino (36 anos) é Bombeiro Militar, Ultramaratonista, Professor de Educação Física graduado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e Mestre em Ciências pela UFRJ. Casado com Nilce Marcelino (37 anos) e pai de Filipe Marcelino (9 anos).

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

A última Ultramaratona do ano (9ª de 2013 e 28ª do currículo)

AP TRAIL RUN Paraíba do Sul 55K

Um ano cheio de Ultramaratonas tinha que ser fechado com uma prova de alta qualidade e um excelente resultado.


No último dia 26 de outubro aconteceu na cidade de Paraíba do Sul (RJ) a 2ª etapa do circuito AP TRAIL RUN.


A 1ª etapa foi realizada em maio no Vale das Videiras (Petrópolis), com distâncias de 12K e 27K, a qual fiz a maior.
Já nesta etapa as opções de distâncias eram 8K, 12K, 25K e 55K, é claro que escolhi a Ultradistância.

O AP TRAIL RUN é caracterizado por ser uma prova de alto nível de qualidade, tanto dos percursos quanto do apoio ao atleta e tudo o mais que envolve a prova, desde o Kit, passando pelos postos de abastecimentos (com uma ampla variedade de bebidas e comidas) até o pós-prova.

Devido à proximidade da cidade pude sair de casa de madrugada pegando a estrada em meu carro com minha família (eu, esposa, filho e mãe) para amanhecer chegando ao local da prova, o Parque de Águas Minerais Salutaris, para a largada às 7h.

Local da largada

Devido ao erro de rota acabamos atrasando um pouco a chegada ao local, que aconteceu faltando 30min para a largada.
Nada que pudesse me abalar. Deixei minha mãe no carro com Filipe separando minhas coisas e fui retirar o Kit da prova com Nilce, que ia correr o percurso de 25K.

O Kit foi de excelente qualidade, composto de:
Camiseta personalizada para distância (uso obrigatório)
Viseira
*  Copo retrátil
Garrafa flexível (esqueci-me de tirar foto)

Para evitar sujeira desnecessária na natureza nos postos de abastecimento não são distribuídos copos descartáveis, portanto os atletas devem levar seus cintos ou mochilas de hidratação para abastecer nos postos ou utilizar o copo ou garrafa do Kit.
O percurso de 55K possuía 7 postos de abastecimento.

O tempo passou muito rápido e catei todas as minhas coisas com ajuda de Nilce e fomos para a linha de largada ainda ajeitando tudo e esquecendo outras coisas.
Assim que cheguei lá o locutor anunciou: “1min para a largada!”.
E foi dada a largada e acionei meu GPS e fui correndo ainda me ajeitando.

Largada dos 55K

A prova de 55K consistia em duas voltas no percurso de 25K, sendo que no início da primeira volta existia um trecho extra para completar a distância.

O início de prova se deu em paralelepípedo e já com o ritmo forte. Fui seguindo vendo os líderes e me mantendo nas primeiras posições.
Ainda na parte urbana da prova algumas pequenas subidas, porém ao entrar nas trilhas chegamos às montanhas.

Uma das muitas longas subidas

A prova somava impressionantes 2.400 metros de desnível positivo acumulado nos 55K.

Altimetria 55K

Acabei largando com um pouco de fome, pois só comi de madrugada ao sair de casa duas bananas amassadas com granola e mel, porém acho que foi o ideal para evitar mal estar. Fiquei tranquilo, pois também sabia que haveria alimentos nos postos de abastecimento. Já no primeiro posto (KM 4) me dava ao luxo de beber uma Coca-cola gelada e comer meia banana.
O percurso foi seguindo de forma deslumbrante entre as vegetações, num misto de single tracks e estradas largas de terra, sempre alternado muito entre subidas e descidas.
Por volta do KM 10 já estava num ritmo bom de prova e em 5º lugar geral. O tempo insistia em ficar fechado e eu torcia para ficar a prova toda com os óculos em cima da cabeça, sem usar.
Na 1ª volta do percurso tínhamos 3 postos de abastecimento e fazia questão de parar em todos e abastecer minhas garrafas com água e Powerade, além de beber Coca-cola também e me refrescar com água gelada na cabeça e braços. Era um pequeno tempo parado, tudo feito muito ágil, mas sabendo que seria um investimento.
A 1ª volta foi solitária, porém muito produtiva. Os quilômetros se passaram rapidamente e logo iria chegar ao local da largada novamente.

Às 10h da manhã foi dada a largada para as outras distâncias da prova, onde Nilce partiu para os 25K.

Nilce nos 25K

Após 15min estava lá eu chegando neste ponto, onde existia mais um posto de abastecimento.

Ao final da 1ª volta

Era hora de caprichar para seguir para o trecho final de 25K. E sem demoras fiz o mesmo procedimento dos outros postos, acrescentando agora uma paçoca e segui meu caminho.

Abastecimento para iniciar a última volta

Poucos quilômetros à frente já comecei a passar os últimos corredores das outras distâncias. Como os atletas tinham que correr com a camiseta do evento e cada distância possuía uma cor diferente, na medida em que eu ia passando as pessoas a maioria demonstravam apreciação por eu estar fazendo os 55K e ainda os estar passando rápido. Muitos falavam palavras de incentivo e isto se tornava muito bom para mim e também sempre fazia questão de falar com todos demonstrando reciprocidade.

Desde o Km 15 eu já não via mais nenhum atleta de 55K se aproximando de mim, porém sabia que tinham muitos atletas bons atrás de mim, então eu não relaxava em meu ritmo e continuava forte no intuito de manter minha 5ª colocação geral e se possível alcançar o 4º lugar.

No Km 40 alcancei minha esposa e conversamos alguns momentos já que estávamos em íngreme subida de trilha técnica, aproveitei para trocar um gel com ela e segui meu caminho.
Agora eu tinha pela frente 15 Km e 2 postos de abastecimento, bastava administrar tudo certinho até o final.
Procurei manter forte o ritmo, até aumentando onde conseguia. Fiz questão de quando saia dos postos de abastecimento agradecer ao pessoal que trabalhava lá pelo excelente trabalho realizado e pela atenção dada durante as duas voltas.

Faltando 4 Km para o final iniciaram as câimbras a querer aparecer nos trechos de subidas. Fui controlando as subidas mais devagar e acelerando no plano e descidas.

Em fim avistei a última montanha da prova, agora era subir e desce-la e depois uma estrada de terra plana e 1 Km para chegada.
Chegando ao local da arena da prova o locutor anunciava minha chegada e tinha agora uma volta olímpica de 400 metros para o pórtico, muito legal.

Cruzei o pórtico de minha 28ª Ultramaratona em 6h26min14seg obtendo o 5º lugar geral da prova!

Excelente resultado!

Logo meu filho veio me receber, junto com minha mãe. A arena me esperava com todo um conforto especial.

Filipe me recebendo após a prova

Foi uma prova duríssima, porém com muitos atrativos que fizeram dela passar muito rápido e curti muito esta jornada.
Utilizei meu novo tênis THE NORTH FACE ULTRA GUIDE, que se mostrou excelente para este tipo de prova.

The North Face Ultra Guide após a prova

Logo após o organizador da prova, Adevan Pereira, me recebeu também com muita atenção. Agradeço muito a ele pelo convite para participação nesta Ultramaratona e também ao Manuel Lago, diretor técnico da prova que ficou direto no percurso muito preocupado para que tudo desse certo para os atletas. Você fizeram uma prova show!

Valeu mesmo Adevan Pereira pela prova!

Passado mais um tempo Nilce chegou concluindo seu percurso de 25K e Filipe foi fazer os metros finais com ela.

Nilce completando os 25K

Agora era só aguardar para receber a tão esperada premiação da prova.
O prefeito da cidade nos deu a honra de entregar os troféus aos atletas dos 55K, convidando-os a voltar no ano seguinte para a mesma prova.

Recebendo meu troféu das mãos do prefeito

O pódio dos 55K – sinistro!

Ainda ganhei ao final da prova uma linda camiseta e medalha de finisher, assim também com uns brindes pela minha 5ª colocação em conjunto com o troféu.

Prêmios recebidos

Agradeço a todos por esta 9ª Ultramaratona que finalizei neste ano de 2013, sendo minha 28ª do currículo.
Sem o apoio de todos, família, empresas e amigos, seria muito mais difícil conseguir chegar até aqui. OBRIGADO!
Agora tenho algumas provas menores neste fim de ano para iniciar um ULTRA 2014 depois.

Até a próxima e não se esqueça de deixar seu comentário aqui abaixo!

8 comentários:

Eduardo Gonçalves disse...

Venho acompanhando o blog deus da corrida da Patagônia Run, o legal é que esse tipo de prova de trail run ta pegando no Brasil..Parabéns pelo resultado!

Teddy Jones disse...

Caro Marcelino,
Inicialmente Parabéns por mais um pódio.
Desde já desejo um Excelente e Ultra 2014 à você e sua Família.
Quem sabe em 2014 não nos encontramos em alguma prova.
Abraço.
Teddy.

Anônimo disse...

Com essa disposição e uma familia participativa fica muito mais legal. Parabéns vai nessa força e que 2014 seja cheio de novas realizações para toda família.

Jorge disse...

Marcelino como sempre mandando bem, quase que as caimbras te tirou da prova hein, mas ainda bem que deu tudo certo, desconhecia este tênis que vc usou, vc fez algum post sobre ele, este tenis e bom mesmo nas trilhas.

THE NORTH FACE ULTRA GUIDE

Ahhh outra coisa ainda tem a ultra de 24 horas e 48 horas em Dezembro vc nao vai?

Mais uma vez parabéns fera.

Jorge Cerquiera
ultramartonista
www.jmaratona.com
Parab

Vera Utramaratonista disse...

parabéns grande Ultra pelas suas conquistas!!!
Ultra vera mota

Everaldo Motta disse...

Parabéns Ultra Marcelino!
Não dá moleza, heim !!!
Forte abraço,
Everaldo

Ivo Cantor corre e conta disse...

Parabéns, prezado Marcelino e família, que 2014 seja um ano de intensas realizações, como esta que acabou de conquistar. Parabéns pelo ano de 2013 repleto de conquistas.

Bons Km disse...

Parabéns Marcelino, prova show, em qualidade e atenção ao atleta, o carinho com o ultra é fundamental para a conclusão da prova. Sucesso nos teus próximos desafios. Essa altimetria me deixou com medo. rs
Bons treinos
Ju