Quem é Marcelino ULTRA?

Quem é Marcelino ULTRA?
- Cristiano Marcelino (36 anos) é Bombeiro Militar, Ultramaratonista, Professor de Educação Física graduado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e Mestre em Ciências pela UFRJ. Casado com Nilce Marcelino (37 anos) e pai de Filipe Marcelino (9 anos).

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Brazil 135 Ultramarathon

Ultramaratona para iniciar o ano!
 
BRAZIL 135 ULTRAMARATHON, com suas 135 milhas (217Km) é umas das Ultramaratonas mais difíceis do Brasil.





Este ano foi minha segunda participação consecutiva nesta prova, embora ainda não da forma desejada. Este ano por conta do CRUCE DE LOS ANDES, que estarei indo na semana que vem.



Realizada no último final de semana, dias 20-21-22 Jan 2012, a tão conhecida BR135, deu sua largada às 8h da manhã, na cidade de São João da Boa Vista - SP.
Integrante da BAD135 Word Cup, juntamente com a BADWATER (Deserto) e ARROWHEAD (Neve).
Ela se desenvolve em um dos trechos do CAMINHO DA FÉ. Sendo totalmente realizada nas montanhas da Serra da Mantiqueira, dos 217 Km do percurso, somente 20 Km são planos, sendo transposto pelos atletas mais de 10.000m de desnível, somente de subida, e cerca de 9.000m de desnível de descida. Isto dá mais que um Monte Everest!
Como ilustração posso citar o Morro do Corcovado, que tem um subida duríssima possuindo "apenas" cerca de 700m de desnível.


Altimetria da BR135

Ano passado eu fui do atleta GARY JOHNSON (Inglaterra), que completou a prova em 41h00min e corri com ele 160Km.


Este ano estava todo empolgado para fazer a prova SOLO, porém no meio do ano passado recebi o convite irrecusável de fazer o CRUCE DE LOS ANDES, e como teria somente 12 dias para me recuperar resolvi não me arriscar nos 217Km da BR135, porém não poderia ficar de fora da grande festa da prova e fui outra vez fazer Pacer de um atleta internacional, desta vez o LEVI RIZK (EUA).

Carro de apoio

O percurso da BR135 inicia com cerca de 7Km de asfalto, depois segue todo por estradas e trilhas lamacentas.

Trecho inicial da BR135

Mesmo no asfalto já começava as grandes subidas, e fiz a prova inteira com mochila pesada nas costas, levando suprimentos para mim e para Levi também.

Acompanhando o Levi

Uma parceria de LONGAS horas...

O Levi veio da Flórida com sua namorada Mandy, que também nos deu apoio integral, e até correu vários kms. também a ela se juntou a Maíra, como tradutora oficial.

Mandy nos aguardando para dar apoio

A prova foi se desenrolando e me revezei entre correr ao lado de Levi e dirigir o carro de apoio. No Km 37 chegamos ao ponto mais alto do percurso, o Pico do Gavião a 1.663 m de altitude.

Rumo ao Pico do Gavião

Duro até aqui? Ainda tínhamos 180Km pela frente de MUITAS subidas intermináveis.

Muitos kms...

Como lama e chuva no percurso só restava o calor do capô do carro de apoio para secar meu ASICS GEL-FUJI ES, que foi show!

ASICS GEL-FUJI ES

Muitas horas e muitos kilometros (ou milhas) passaram até chegarmos a Paraisópolis - MG, foram 40h25min22seg ininterruptos, um dia inteiro correndo sob o sol, uma noite inteira correndo à luz de head lamps e com coletes refletores, outro dia inteiro correndo sob o sol e chuva e mais um pedaço de noite correndo de lanternas sob a chuva.

A grande chegada do Levi, junto com a Mandy

No total corri 110Km com o Levi, preferi não fazer mai por conta do CRUCE DE LOS ANDES, foi novamente uma Ultra experiência, pois no ano passado tinha corrido 160Km e tinha ainda ficado vários kms do percurso sem eu conhecer, neste ano pude conhecer o que faltava da BR135.

Preferi não atrapalhar a foto de chegada e vim logo atrás

Foi um espetáculo e todos da equipe ficamos muito felizes pelo resultado!

A Equipe - The Crew!

Ano que vem, se tudo correr bem, sem convites irrecusáveis para este final de semana, estarei eu lá na linha de largada da BR135, como atleta SOLO!

Agora estarei indo para o CRUCE DE LOS ANDES, uma prova de 100Km, ligando o CHILE a ARGENTINA pelos Andes, em 3 dias de prova em dupla, onde correrei on-time com meu parceiro Marcelo Sampaio, veja o link da prova aqui no topo do site!

Até mais...

3 comentários:

Ricardo Hoffmann disse...

Parabéns guerreiro, show sua participação! Sucesso nos andes. abs

Jorge disse...

Ué Cris não entendi vc só foi com esse tênis Fuji para a prova??? Parabéns monstro das ultras, pena que este ano não deu para ir nessa com vc, mas ano que vem estarei lá...Mais uma vez parabéns e boa sorte em Cruce de Los Andes.

Um abraço,

Jorge Cerqueira
www.jmaratona.com

RvR disse...

Kra, parabens. Isso ai é corrida para gente grande..

Proximo serei pacer do meu irmão, e como foi acho que posso te pedir um favor...

Pode me dar algumas dicas para o PACER possa ajudar. Primeira vez que ele corre essa ultra...
Abraços